ESTATUÁRIA DA CIDADE MAIS ENRIQUECIDA COM A REPOSIÇÃO DA LENDA DE “TOM-D’ELLA”

Mulher tondelense chama os homens bons ao combate por uma cidade melhor

Ao “tom-d’ella”, a cidade ganha novos contornos de progresso e modernidade, que hão-de catapultá-la, ainda a mais, para um patamar de desenvolvimento ainda mais notório.

No início da manhã de hoje, ao cimo da nova avenida poente da cidade, uma escultura com três metros de altura e pesando para aí duas toneladas de bronze, foi montada, com a ajuda de uma grua, na rotunda em forma de lago, sob a supervisão do eng.º Silva.

Com efeito, uma jovem mulher, nua, apenas com uns panos a enlaçá-la, cabelos ao vento norte, de formas bem desenhadas e generosas, passa a ornamentar aquela que é a entrada mais linda de Tondela, num local que passará a orientar o trânsito de acesso ao centro urbano, à central de camionagem e ao estádio remodelado, onde o Clube Desportivo de Tondela há-de receber, na próxima época, os grandes emblemas de Portugal que, entre outros, são o Benfica, o Sporting e o Porto.

A BASE DA ESCULTURA

De qualquer modo, um reparo. Já há bastantes anos eu dei uma ideia ao Município para erecção de um monumento desta natureza e que, no fundo, só agora se concretiza. Mais. Eu propunha que a base do monumento fossem uns penedos, já que, segundo a lenda, a mocetona subia aos cerros da antiga vila convocando os homens bons, através da tuba, para o combate aos romanos e aos mouros.

Como a rotunda é muito grande e extensa, em forma de “pera”, mesmo que a escultura tenha três metros de altura, “morre” um bocado.

Foi pena que ninguém tivesse visto o projecto da minha ideia, entregue na Câmara em devido tempo.

Não obstante esta situação, é de louvar a iniciativa do Município em proporcionar à cidade um visual cada vez com mais encanto.