A IMPORTÂNCIA DA LEITURA (2)

No seguimento do artigo anterior “A Importância da Leitura”, apresentamos, hoje, um poema de Daniel Filipe, como simples exemplificativo de como podemos fruir a leitura, enriquecendo-nos interiormente pela beleza do uso da linguagem, riqueza dos sentimentos e das emoções.

«A IMPORTÂNCIA DA LEITURA

…pela liberdade sem fronteiras/ pelas manhãs de sol sem mácula de grades” Daniel Filipe   Ler é descobrir maneiras de viver L.M.

ABSTENÇÃO, CANDIDATOS POLÍTICOS E POLÍTICOS ELEITORES

A estrela desta estranha constelação, foi, sem surpresa, a abstenção. Culpam-se os políticos ocupantes de cargos públicos como os grandes culpados desta deserção de eleitores. Não concordo.

BOLA AO CENTRO !

Chega ao seu términus, no final desta semana, marcada pelas celebrações no santuário de Fátima, a derradeira jornada da I Liga do futebol nacional, outrora o Campeonato Nacional da I Divisão, onde milita, há quatro épocas consecutivas, o Clube Desportivo

UM FOLCLORE TRÁGICO-CÓMICO

A estupidez e a ignorância, a ganância, a corrupção e o prazer do imediato presidem a uma civilização decadente que nos ofusca e desvia dos valores essenciais que era suposto dignificarem a Humanidade.

A VIDA É UM DESAFIO SURPREENDENTE

A caminhada dos seres humanos na Terra não tem sido nem fácil nem linear. A invenção do tempo, não só atrapalhou os nossos passos como, em muitas circunstâncias, os baralhou e arrastou para quedas impensáveis e de resultados catastróficos.

VERDADE OU COMÉRCIO?

Deixemos para os historiadores a investigação dos motivos que, desde sempre, mesmo quando os cofres se encheram de ouro, impediram Portugal de modernizar-se e fundar uma sociedade do Bem-Estar.

“NA COVA DO LOBO NÃO HÁ ATEUS”

A entrevista de João Céu e Silva (“Uma Longa Viagem com António Lobo Antunes”, Porto Editora), a Lobo Antunes, alertou-me para uma outra possível abordagem do tema da existência de Deus, embora mantendo o essencial do que penso, um pouco

UM CARNAVAL PERMANENTE

Portugal tem vivido num Carnaval permanente, de máscaras, disfarces e foliões nesta legislatura.

CIDADE COM EMOÇÕES FORTES

A ascensão do Clube Desportivo de Tondela à I Liga do futebol profissional do país, militando entre os “grandes” de sempre e aqueles que, como ele, lutam pela permanência, trouxe à cidade de todos nós, um movimento inusitado.

OS MUNDINHOS E O MUNDO DE TODOS

POSTAIS DE LISBOA – Sobretudo, a partir do século XVI, surge um movimento de ligação entre os diferentes continentes que originou que os homens, as coisas, as ideias, as crenças, as culturas, as maneiras de estar na vida, circulassem a

TRAGÉDIAS HUMANAS – a culpa morre sempre solteira

Mais uma tragédia aconteceu neste “cantinho da Europa à beira-mar plantado” e, como sempre, as vítimas é que são as culpadas, pois estavam na hora e no lugar errados.

VALE A PENA LEMBRARMOS ALDA LARA

POSTAIS DE LISBOA  *   Alda Lara morreu, há 82 anos, em Benguela, Angola, com apenas 31 anos de idade, na força da vida e da inspiração.

NINHARIAS… NINHARIAS… NINHARIAS…

Numa cidade, seja ela qual for, mesmo que seja jovem e pequena, como Tondela, o desenvolvimento não se mede, apenas, pelas grandes obras, daquelas que enchem o olho, como soi dizer-se, mas também pelas de pequena ou de muito pequena

ASSASSINOS AO SERVIÇO DA INTOLERÂNCIA

POSTAIS DE LISBOA  – O Zé Luzia, meu estimado irmão de muitas lutas em defesa da “IGUALDADE, da LIBERDADE e da FRATERNIDADE”, em Moçambique, e por aí, alertou-me para o que continua a acontecer na Nicarágua.

NÃO SEI, MEUS FILHOS, QUE MUNDO SERÁ O VOSSO

Releio sempre, com o maior dos prazeres, a “Carta a meus filhos/ Sobre os fuzilamentos de Goya”, de Jorge de Sena, esse poeta maior da Literatura Portuguesa, tão injustamente esquecido, duplamente penalizado pelo regime de Salazar e seus seguidores e


Traduzir »