REPAVIMENTAÇÃO DE VÁRIAS VIAS NA CIDADE DE TONDELA

O Município de Tondela está a proceder à repavimentação de vias em várias zonas da cidade que, até agora, se encontravam com buracos, aluimentos e fissuras.

Os trabalhos foram encetados a 26 de Abril, atingiram o Largo Anselmo Ferraz de Carvalho, parte da Rua dos Bombeiros e prosseguiram na Avenida Visconde de Tondela.

Na 3.ª feira, dia 4 de Maio, continuaram na Rua Dr. António Marques da Costa e irão prosseguir na Rua Eduardo António Coimbra, na zona das Cumeeiras, onde as vias se apresentem em mau estado de conservação.

Na próxima semana começarão a ser intervencionados outros pontos da cidade de Tondela.

Sublinhe-se que estas obras, cujo investimento total se aproxima dos 220 mil euros, visam a conservação das estruturas rodoviárias.

O Município de Tondela solicita a melhor compreensão para eventuais transtornos causados por estas obras.

  • LOCAIS A NECESSITAR MELHOR ATENÇÃO

Embora desconhecendo onde irão ser melhoradas outras vias, é de lembrar o estado calamitoso em que se encontra a Rua Irmãos Cardoso de Matos, também nas Cumeeiras, onde não se sabe qual é o piso primitivo, tantos são os cortes, os aluimentos e até as saliências das raízes dos pinheiros mansos.

Uma outra rua a merecer requalificação, é a Rua Dr. Eurico José de Gouveia, que serve o Estádio João Cardoso, em cortes, buracos e aluimentos, que ficaram das obras de requalificação do Estádio, para jogos da I Liga de Futebol Profissional.

Uma outra rua em mau estado em vários locais, é a Rua Frei Bernardo Castelo Branco, no Alto do Pendão, fruto das rupturas de água, cortes da ligação de saneamento, entre outros.

Há mais uma rua em muito mau estado, na zona do Albugueiro e Quinta das Ferreiras, é a Rua Jurisconsulto Dr. José Homem Correia Telles e não como lá escreveram: Rua Correia Teles.

São muitos os cortes, remendos e aluimentos, desde o alto do Albugueiro (com a Rua Conde de Ferreira) até à rotunda da Avenida Engenheiro Adelino Amaro da Costa.

E, já agora, lembrar o estado calamitoso da rua dentro de Nandufe, aí uns 100 ou 150 metros antes da ponte sobre o Rio Dinha. Aquilo parece uma “montanha russa”.

Fica aqui este suelto, à consideração do Município de Tondela, sempre no sentido de colaborar e nunca criticar por criticar destrutivamente.

ZÉ BEIRÃO