TRANSDEV SUSPENDE TRANSPORTES NA REGIÃO VISEU DÃO LAFÕES POR FALTA DE PAGAMENTO

A Transdev anunciou ontem (7 de Julho) que a partir de sexta-feira suspende os serviços de transportes intermunicipais na região da Comunidade Intermunicipal (CIM) Viseu Dão Lafões, devido ao atraso no pagamento desde 2020.

A decisão, explica, deve-se a “uma dívida à Transdev num total superior a 1,2 milhões de euros – que acumula um valor relativo aos serviços de transporte prestados no 4.º trimestre de 2020 e o valor dos já realizados em 2021, para o qual ainda não foi formalizado contrato”.

A situação “vai forçar a empresa a suspender os seus serviços na CIM Viseu Dão Lafões”, afirma ainda a Transdev num comunicado enviado ontem ao jornal “Beirão Online”.

A Transdev informa que “esta decisão tem efeitos a partir da próxima sexta-feira, 09 de julho, no intuito de salvaguardar o transporte dos estudantes até ao final do período lectivo e assim lesar o menos possível os passageiros que dependem destes serviços para as deslocações entre casa e a escola”, acrescenta.

Apesar do “acumular de dívidas e da falta de formalização do contrato, a Transdev assegurou o serviço de transporte de passageiros ao longo de meses, ainda que sem receita para poder pagar salários e todas as despesas inerente

s às operações”, refere a mesma nota.

“A empresa vê-se agora forçada a suspender os serviços”, sublinha.

  • NÚMEROS:
  • cerca de 21 milhões de passageiros anualmente

A empresa de transportes públicos, que opera em todo o país, em especial nas regiões do Norte e do Centro, adianta que “a retoma da actividade está dependente de uma resposta positiva da autoridade à regularização da dívida e formalização contratual”.

Segundo o comunicado de imprensa, a Transdev, há 20 anos em Portugal, tem cerca de 1.800 colaboradores e uma frota superior a 1.500 viaturas, transportando anualmente cerca de 21 milhões de passageiros.