“ÁGUAS DO CARAMULO” JÁ REGRESSARAM AO MERCADO INTERNACIONAL

Empresa que retomou actividade há pouco mais de três meses já está no mercado internacional. Objectivo é continuar a crescer

A “Águas do Caramulo” já está a exportar três meses depois de retomar a actividade. Encerrada em 2019, a fábrica localizada em Varzielas, no concelho de Oliveira de Frades, reabriu e já está no mercado nacional e internacional.

Segundo Sérgio Vaz, da administração da Águas do Caramulo, o mercado asiático e africano é já uma realidade e o objectivo é continuar a crescer, sendo que se espera que em 2022 estejam a ser comercializados 80 milhões de litros de água.

“Já estamos em África e Ásia. A marca sempre foi forte na exportação. Estamos a recuperar clientes que a água tinha e já temos alguns novos que nunca tinham vendido Águas do Caramulo e que vêm a qualidade do produto e já compraram para venderem”, conta.

Neste regresso, as Águas do Caramulo entram no mercado com uma novidade: as garrafas são feitas com material 100 por cento reciclado. “Cada vez mais temos uma preocupação com o ambiente e por isso temos agora garrafas 100 por cento recicladas e outra com parte reciclada. Bem utilizadas, as garrafas de plástico reutilizado é o melhor para a água”, explica Sérgio Vaz.

Para a reabertura da fábrica, os novos investidores readmitiram os 28 trabalhadores, com a possibilidade de serem recrutados mais alguns jovens trabalhadores.

Uma mais-valia para a região do Caramulo como defende o presidente da União de Freguesias de Arca e Varzielas, Jorge Bandeira.

“É sem dúvida uma mais-valia, até porque foram readmitidos a maior parte dos trabalhadores e depois é o movimento que se tem visto na aldeia, que nada tem a ver com os últimos tempos”.

O investimento para a reabertura das Água do Caramulo foi de 10 milhões de euros.

Fonte: Jornal do Centro