CINCO FERIDOS LIGEIROS em incêndio numa serração de Viseu de que se desconhecem as causas

Um incêndio numa serração ao início da tarde de ontem (29 de Outubro) provocou cinco feridos ligeiros e a destruição total da unidade, na Póvoa da Medronhosa, um local duma freguesia urbana de Viseu, onde estiveram, também, os Bombeiros Voluntários de Tondela.

“Há a perda total da oficina de serração e há ainda cinco vítimas, das quais três foram transportadas ao hospital, duas por intoxicação, e mais duas vítimas que ficaram no local, assistidas pelo INEM, mas não houve necessidade de transporte”, contou Rui Nogueira, o comandante de operações.

O segundo comandante dos Bombeiros Municipais de Viseu esclareceu ainda à agência Lusa que as vítimas são todas civis e, “que conheça, sem qualquer ligação à serração”. Quando chegaram ao local, acrescentou, “a serração estava a arder com intensidade”.

Segundo o comandante de operações, no local estavam, às 15h00, cerca de 50 operacionais e 14 viaturas, das corporações dos bombeiros municipais e voluntários de Viseu e dos voluntários de Tondela, INEM e agentes da Polícia de Segurança Pública e Municipal.

Causas desconhecidas e PJ investiga

“Procedemos à protecção de habitações contíguas e de uma pequena oficina de estofador”, explicou Rui Nogueira que disse “desconhecer as causas”, tendo sido “accionada a Polícia Judiciária para o local”.

Segundo fonte da Protecção Civil de Viseu, o alerta do incêndio em Póvoa de Medronhosa, da União de Freguesias de Repeses e São Salvador, no concelho de Viseu, foi dado às 13h07.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


Traduzir »