CD TONDELA “DESENCALHOU” PAÇOS DE FERREIRA

O CD Tondela somou na tarde de ontem, dia 10 de Novembro, a primeira derrota fora de casa na Liga NOS, depois de perder por 1-0 frente ao Paços de Ferreira.

Com este resultado, o técnico Pepa, que já havia treinado o clube beirão, viu “desencalhada” a equipa que agora treina, passando a somar cinco pontos e, a partir daqui, fugir aos lugares de despromoção.

O Desportivo de Tondela não fez o suficiente, uma vez que os comentadores da Emissora das Beiras deixaram bem claro que, na capital do móvel, pouco mais do que as camisolas estiveram em campo durante quase toda a partida, ressalvando-se os minutos finais, em que tentaram a forçar a equipa da casa à repartição de pontos. Mas já era tarde.

A perder desde o minuto 16, o técnico do Tondela só mexe na equipa aos 61 minutos, fazendo entrar Tomi para o lugar de Jaquité. E volta a mexer aos 71, fazendo entrar, de uma assentada, Xavier e Murillo, para os lugares de Moufi e Filipe Ferreira, que nada trouxeram de novo à equipa. Os jogadores mostraram-se muito cansados e sem fôlego nem ideias para levar de vencida um Paços de Ferreira que lhe é muito inferior.

Como dizem, há dias assim…

Contudo, registar alguns lances, nomeadamente um remate de Jaquité para a defesa fácil do guardião pacense. Aos 35 os beirões ainda festejaram o “empate”, mas o VAR invalidou o golo de Philipe Sampaio, assinalando fora de jogo ao central tondelense. O mesmo jogador que já na segunda parte, e quando o Paços de Ferreira jogava com menos uma unidade, proporcionou nova defesa apertada ao guardião dos castores para canto, corria o minuto 70. Logo a seguir, Xavier, também de cabeça, levou a bola a passar junto à barra da baliza adversária.

Com o Tondela a carregar mais sobre o último terço pacense, Tomi, aos 84 minutos, e de novo de cabeça, levou Ricardo Ribeiro a ser um dos melhores jogadores em campo, com o guarda-redes a evitar aquele que parecia ser o tento do empate. Até ao final do encontro nota para a expulsão, por acumulação de amarelos, a Philipe Sampaio, com o resultado a não se alterar até ao apito final do árbitro do encontro.

Desta forma o Tondela sofre a primeira derrota fora do João Cardoso, à 11.ª jornada quando, oito dias antes, tinha batido o Sporting em casa.

  • JOGO: Estádio Capital do Móvel, Paços de Ferreira
  • ASSISTÊNCIA: Cerca de 3000 espectadores
  • ÁRBITRO: António Nobre
  • DISCIPLINA: Cartão amarelo a Bruno Teles (34’), Maracás (45’+3’ e 65’), Bruno Santos (53’), Phillipe Sampaio (71’ e 90’+5’), Luiz Carlos (90’+3’). Cartão vermelho por acumulação amarelos para Maracás (65’) e Phillipe Sampaio (90’+5’);
  • MARCADOR: Pedrinho aos 16 minutos

PAÇOS DE FERREIRA, 1

  • Ricardo Ribeiro, Bruno Santos, Maracás, Bruno Teles, Oleg, Murilo (Hélder Ferreira, 59’), Pedrinho, Luiz Carlos, Uilton, Welthon (Dadashov, 45’+1’), Douglas Tanque (Bernardo Martins, 68’);
  • SUPLENTES: Simão Bertelli, Jorge Silva, Rafael Gava, Hélder Ferreira, Bernardo Martins, Yago, Dadashov;
  • TREINADOR: Pepa

CD TONDELA, 0

  • Cláudio Ramos, Moufi (Xavier, 71’), Bruno Wilson, Phillipe Sampaio, Yohan Tavares, Filipe Ferreira (Jhon Murillo, 71’), Pepelu, Jaquité (Tomi Strkalj, 61’), João Pedro, Richard Rodrigues, Jonathan Toro.
  • SUPLENTES: Niasse, João Reis, Ricardo Alves, Pedro Augusto, Xavier, Jhon Murillo, Tomi Strkalj;
  • TREINADOR: Natxo González.

RESULTADOS DA JORNADA 11:ª

  • Famalicão – Moreirense 3-3
  • Ferreira – TONDELA 1-0
  • Boavista – Porto 0-1
  • Marítimo – Portimonense 1-1
  • Rio Ave – Setúbal 1-0
  • Aves – Gil Vicente 1-2
  • Sporting – Belenenses 2-0
  • Santa Clara – Benfica 1-2
  • Guimarães – Braga 0-2

PRÓXIMA JORNADA 12.ª

  • Gil Vicente – Sporting
  • Benfica – Marítimo
  • Braga – Rio Ave
  • Portimonense – Famalicão
  • Porto – P. Ferreira
  • Moreirense – Aves
  • TONDELA – Belenenses
  • Santa Clara – Boavista
  • Setúbal – Guimarães

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


Traduzir »