VELHOS JORNALISTAS IMPEDIDOS DE ACEDER À BANCADA DA IMPRENSA

No meio da alegria da conquista da segunda vitória no seu reduto na presente temporada do Desportivo de Tondela, a tristeza de terem sido impedidos de aceder, à bancada da imprensa, velhos jornalistas.

A credencial para toda a época de nada valeu, uma vez que, agora, nesta pandemia que nos oprime e sufoca, as acreditações dos jornalistas são feitas de jogo a jogo, segundo a informação prestada por um “segurança” ao estádio.

Perguntado o por quê de não constarem na lista, que se tratou de normas superiores e não dos responsáveis pelo Clube Desportivo de Tondela.

É triste dizê-lo, que se lamenta a falta de consideração para com os dois jornalistas mais velhos que, até agora, faziam o seu trabalho na bancada da imprensa. Isto, sem um aviso, sem uma explicação atempada, via internet, pelo menos, para que não acontecesse a situação, penosa, de ter de ficar de fora do estádio, que estava quase às “moscas”, com bancadas suficientes para albergar os “velhos” que, desde crianças, se acostumaram a sentir e a amar o clube da sua terra.

Concretamente o autor deste desabafo, que foi atleta e dirigente, nos anos 60 e, actualmente, é sócio n.º 8 do Clube Desportivo de Tondela.

A “Covid-19” não pode ser desculpa para tamanha desconsideração e desfaçatez. TONDELA É NOSSA!

A velhice é um posto. Haja respeito por ela…

ZÉ BEIRÃO

 TONDELA REGRESSA A CASA E AOS TRIUNFOS

Sentimento de dever cumprido. Foi desta forma que o CD Tondela entrou, cumpriu a sua parte e conquistou importantes três pontos para o seu objectivo.

Frente ao CD Aves e perante uma plateia vazia, tal como impõem as regras de segurança, os auriverdes venceram por 2-0 com Ronan a ser o homem da noite ao bisar e dar o triunfo aos comandados por Natxo González.

O técnico dos beirões operou duas alterações relativamente ao duelo da ronda passada frente ao SL Benfica, chamando ao onze Xavier e precisamente Ronan, por troca com Jhon Murillo e Ruben Fonseca.

Numa entrada assertiva, os beirões adiantaram-se no marcador logo aos 11 minutos num lance que começou num passe longo de João Pedro para a cabeça de Ricardo Valente que assistiu Ronan para o 1-0. O resto foi pura classe do ponta de lança canarinho que sentou dois homens do Aves antes de fazer balançar as redes.

Até ao intervalo os avenses ainda tentaram reagir e por duas vezes estiveram perto do empate mas foi com uma vantagem mínima que as equipas foram para os balneários tendo ainda Ricardo Valente ficado a centímetros do 2-0 no derradeiro momento da primeira metade do encontro.

No segundo tempo nova entrada a todo gás e de novo com Ronan em destaque. Canto curto e Richard cruza com conta, peso e medida para a cabeça do ponta-de-lança auriverde que, no terceiro andar, fez o 2-0.

Até ao final e com o jogo sempre controlado, nota para o minuto 75 para Ruben Fonseca que atirou ao poste da baliza do Aves.

Vitória do CD Tondela por 2-0 num regresso a casa que teve o mais importante, os três pontos, numa noite que só não foi perfeita porque faltaram os nossos adeptos nas bancadas. Ainda assim sabemos que estiveram perto e que se fizeram ouvir.

A equipa volta a treinar esta sexta-feira, folgando depois no sábado. O regresso ao trabalho está depois agendado para domingo e já com o duelo frente ao Sporting CP no pensamento.

  • JOGO: Estádio João Cardoso, em Tondela
  • ÁRBITRO: Rui Oliveira
  • DISCIPLINA: Cartão amarelo para João Pedro (17’), Pepelu (32’), Mangas (36’ e 46’) e Xavier (48’). Cartão vermelho por acumulação de amarelos para Mangas (46’);
  • MARCADOR:1-0, Ronan, 11’; 2-0, Ronan, 57’.

CD TONDELA, 2

  • Cláudio Ramos; Petkovic, Yohan Tavares, Philipe Sampaio (Ricardo Alves, 90’), Filipe Ferreira, Xavier (Jhon Murillo, 71’), Pepelu (Jaquité, 62’), João Pedro, Valente, Richard Rodrigues (Jonathan Toro, 62’) e Ronan (Ruben Fonseca, 71’).
  • SUPLENTES: Babacar Niasse, Ricardo Alves, Jaquité, Tiago, Pité, Jhon Murillo, Tomislav Strkalj, Jonathan Toro, Ruben Fonseca.
  • TREINADOR: Natxo González.

DESPORTIVO DAS AVES, 0

  • Fábio Szymonek, Mato Milos (Kevin Yamga, 81’), Buatu M., Oumar Diakhité, Mangas, Tshibola (Zidane Banjaqui, 65’), Falcão, Ruben Oliveira (Pedro S, 82’), Macedo (Mehrdad Mohammadi, 66’), Varela (Afonso Figueiredo, 50’) e M. Marius.
  • SUPLENTES: Raphael Aflalo, Afonso Figueiredo, Bruno Lourenço, Pedro S., Bruno Morais, Estrela, Kevin Yamga, Zidane Banjaqui e Mehrdad Mohammadi).
  • TREINADOR: Nuno Manta Santos.
  • Disciplina: Cartão amarelo para João Pedro (17’), Pepelu (32’), Mangas (36’ e 46’) e Xavier (48’). Cartão vermelho por acumulação de amarelos para Mangas (46’). Fonte: CDT

RESULTADOS DA 26.ª JORNADA

  • Gil Vicente – Famalicão 1-2
  • Setúbal – Santa Clara 2-2
  • Portimonense – Benfica 2-2
  • Porto – Marítimo 1-0
  • Belenenses – Guimarães 1-1
  • TONDELA – Aves 2-0
  • Moreirense – Rio Ave 0-1
  • Sporting – P. Ferreira 1-0
  • Braga – Boavista 0-1

JORNADA 27.ª

  • Marítimo – Gil Vicente
  • Rio Ave – Benfica
  • Famalicão – Braga
  • P. Ferreira – Belenenses
  • Aves – Porto
  • Boavista – Setúbal
  • Santa Clara – Portimonense
  • Guimarães – Moreirense
  • Sporting – TONDELA