MAIS DE 70 ACÇÕES CULTURAIS ATÉ SETEMBRO NO CONCELHO DE TONDELA

????????????????????????????????????
Conferência junto ao busto de Tomaz Ribeiro

A Câmara Municipal de Tondela apresentou, na semana finda, o programa cultural “Que bicho é que nos mordeu”, a decorrer em todo o concelho, desde o dia 25 de Julho até 27 de Setembro, um investimento de cerca de 90 mil euros.

O presidente da Câmara Municipal de Tondela, José António de Jesus, sublinhou que “o objectivo não é substituir festas, não é fazer animações de rua ou evocar festividades populares, porque infelizmente o tempo que se vive não permitirá isso”.

Em conferência de imprensa de apresentação da programação, realizada no Largo do Terreiro em Parada de Gonta, o autarca frisou que ao longo de dois meses foram “ensaiadas várias variáveis e esta foi a possível.

“Há uma grande fatia da actividade cultural popular que não conseguimos aqui integrar, como os ranchos, as tocatas, por razões que todos compreenderão. Um rancho para actuar teria de ter um momento de proximidade e isso não quisemos, nem poderíamos”, justificou.

José António de Jesus avisou que perante o cumprimento das normas estabelecidas pela Direcção-Geral da Saúde (DGS), como o distanciamento social, “há obrigatoriedade de as pessoas fazerem uma pré-marcação dos espectáculos, apesar de serem gratuitos”.

O programa cultural envolve três instituições do concelho, “que são o pilar deste programa”: a Casa do Povo de Tondela, a Sociedade Filarmónica Tondelense e a ACERT – Associação Cultural e Recreativa de Tondela.

Serão 71 acções multidisciplinares, com cerca de 150 pessoas envolvidas, explicou o vereador da Cultura, Miguel Torres, adiantando que “cada uma das instituições aceitou o desafio da autarquia para circularem no concelho”.

Previstas estão 12 apresentações mensais, ao sábado e domingo do último fim-de-semana dos meses de Julho, Agosto e Setembro em quase todas as freguesias do concelho, desde o Vale à Serra do Caramulo.