TONDELA APROVA ORÇAMENTO DE 35 MILHÕES DE EUROS

O MUNICÍPIO DE TONDELA acaba de aprovar o Orçamento e Grandes Opções do Plano para o ano de 2019, que ultrapassa 35 milhões de euros, documento condicionado pelos incêndios que atingiram o concelho em 2017

“Fruto dos incêndios de Outubro do ano passado, houve necessidade de rever as opções estratégicas, focando muitos recursos humanos no apoio às famílias, ao acompanhamento dos diferentes programas de apoio, não só a quem perdeu o seu lar, mas igualmente ao tecido económico e empresarial, que foi apoiado e acompanhado nas diferentes solicitações”, explica o presidente da Câmara Municipal de Tondela, José António de Jesus.

O documento foi aprovado no dia 31 de Outubro, com os votos a favor do PSD e a abstenção do PS.

 “Na elaboração dos documentos previsionais para o exercício de 2019 esteve sempre presente um exercício de rigor e transparência”, garante o líder do executivo municipal.

Promoção e desenvolvimento económico para 2019

Nas prioridades para 2019 destaca-se “a promoção e o desenvolvimento económico” do concelho, tendo sido inscritos mais de seis milhões de euros para a expansão e requalificação das duas zonas industriais municipais (ZIM’s) e para questões ambientais.

Para o Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU), que engloba a construção do Centro Tecnológico e de Empreendedorismo, bem como na Frente Ribeirinha de Dinha, foram alocados mais de três milhões de euros.

Destaque ainda para os investimentos nas Intervenções Territorialmente Integradas (ITI), financiadas no quadro do Pacto de Coesão e Desenvolvimento, “seja no domínio da promoção do sucesso educativo, ou na eficiência energética, ou nos investimentos em curso na educação ou na saúde”, resume uma nota divulgada pela autarquia.

A conclusão da primeira fase e o arranque da segunda fase das obras na Escola Secundária de Tondela contemplam um investimento que ronda um milhão de euros, prevendo-se um valor semelhante para a reabilitação de unidades de saúde.

“A nossa aposta no desenvolvimento económico do concelho mantém-se clara para o ano de 2019, assim como o apoio às pessoas e às famílias, na contínua promoção da qualidade de vida nesta região de bem-estar”, garante o líder do executivo.

Neste contexto, “as funções sociais na Educação (transportes escolares, AEC e componente de apoio à família) assumem investimentos superiores a um milhão de euros, estando igual montante previsto para o movimento associativo”, avança a autarquia.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


Traduzir »