MUNICÍPIO DE TONDELA distribui mais de 1,2 milhões de euros pelas associações locais 

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

O Município de Tondela vem subsidiando o movimento associativo do vasto concelho, de modo a que as suas instituições possam desenvolver, com mais dignidade, as suas actividades anuais.

Desta forma, teria assinado, na última sexta-feira (21 de Junho), no Auditório Municipal, protocolos com 129 colectividades do concelho, num montante global que ultrapassa 1,2 milhões de euros. 

INSTITUIÇÕES DO CONCELHO COM TRABALHO MERITÓRIO DE QUEM AS DIRIGE

Durante a cerimónia, que decorreu bem alegre, como sempre, o presidente da Câmara, José António de Jesus, destacou o papel dos dirigentes associativos, que nem sempre é valorizado como deveria.

“Dedicam-se a elas como se da sua própria família se tratasse, como se a sua actividade principal aí estivesse centrada”, sustentou.

O autarca assevera que esses dirigentes “muitas vezes, retiram tempo e espaço ao seu próprio convívio, ao seu momento de lazer, às suas actividades pessoais e profissionais em prol do bem comum, que é, através das nossas estruturas associativas, proporcionar-se mais qualidade de vida, mais actividade, mais desenvolvimento de competências e, acima de tudo, contribuindo, em muito, para a integração social e para a socialização”, acrescentou.

SE UMA INSTITUIÇÃO É IMPORTANTE DEVE SER APOIADA

Ao longo da sua intervenção, José António de Jesus sublinhou que esta cerimónia é um acto de reconhecimento público a todos aqueles que, muitas vezes, ao longo de anos, estão à frente destas instituições.

“Muitas vezes ouvimos, se esta pessoa sair de lá, o que vai ser daquela instituição. Pois é hora de todos sentirmos que, se tal instituição é importante, temos a obrigação de a apoiar, de nos envolvermos, de estimularmos a sua actividade, porque isso é indiscutivelmente um bem comum para a nossa sociedade e para o enriquecimento do nosso concelho”, apontou.

O presidente da Câmara Municipal de Tondela aproveitou ainda para aludir ao processo de implementação das medidas de auto-protecção nas associações do concelho, no que diz respeito à instalação dos sistemas de segurança e protecção contra incêndios.

Depois de recordar que há cerca de um ano foi disponibilizado perto de meio milhão de euros para esta tarefa, informou que dos 87 processos, 67 já têm trabalhos adjudicados e meia centena têm as plantas executadas.

Para além da assinatura dos protocolos, a noite contou ainda com um momento de ‘stand up comedy’ com Joel Ricardo Santos.