INFRAESTRUTURAS AFECTADAS PELOS INCÊNDIOS com obras de reabilitação pelo Município de Tondela

A Câmara Municipal de Tondela tem em curso um conjunto de trabalhos em vários locais do concelho, afectados pelos incêndios de Outubro de 2017, no âmbito de uma candidatura ao Fundo de Solidariedade da União Europeia.

O valor global das obras de reabilitação ultrapassa os 2 milhões de euros e integra a reabilitação de infraestruturas várias, como a reparação da ex-EN 228 e da EM 623, em Caparrosa, que dá acesso à A25, a reparação da estrada de Canas de Santa Maria a Lobão da Beira (CM 1497), apenas até à entrada das habitações.

Em causa, estão igualmente os moinhos de Souto Bom (em Caparrosa), em concreto o edifício de acolhimento e as rampas de acesso, para além da recuperação do edifício de acolhimento da Estação de Arte Rupestre, em Molelinhos e ainda a zona da SMIR, na freguesia de Molelos, onde está a ser executado um muro de contenção do talude.

Durante a presente semana, está ainda prevista uma intervenção no CM 1517 troço Arnosa – ER 228 e Arnosa CM 1525, para além da reparação da ER 337 no troço de Teomil- Sangemil.

De acordo com o presidente da Câmara Municipal de Tondela, José António de Jesus, encontra-se também no terreno, há cerca de 15 dias, a colocação de guardas de segurança (rails) em muitas estradas do concelho.

“Esta é uma operação muito expressiva que se encontra em execução em todo o concelho de Tondela. Tudo isto ultrapassa os 2 milhões de euros, sendo que mais de meio milhão de euros já foi executado e o restante encontra-se em execução”, disse José António de Jesus aos jornalistas, durante a visita realizada na manhã desta última sexta-feira (22 de Novembro) a várias obras em execução.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


Traduzir »