CD TONDELA: MARCAR TRÊS GOLOS NO “DRAGÃO” E PERDER FRENTE AO PORTO (4-3)

Na sua deslocação ao Porto neste sábado (5/12), o Desportivo de Tondela tudo fez para trazer, pelo menos, um ponto, estando bem perto de o conseguir no último minuto.

Se não fora o sistema defensivo a permitir os quatro golos da vitória dos dragões, o Tondela voltaria a fazer história no “Dragão”, pois já ali tinha vencido o Porto por 1-0 no início do seu percurso na Liga maior do futebol profissional português.

Contudo, já aos quatro minutos, o Tondela sofria o primeiro golo, mas deu a volta ao resultado aos 33 minutos, estando a vencer por 2-1, embora por pouco tempo, pois acaba por sofrer o 2.º do Porto, indo as equipas empatadas a 2-2 para o intervalo.

Noite de loucos, no “Dragão”, com o Porto a colocar-se de novo em vantagem, logo aos quatro minutos do recomeço e marcar o seu último e 4.º golo, aos 56.

Mas os beirões da Terra de Besteiros, nunca deixaram de dar luta, jogando olhos nos olhos dos portistas, não se remetendo à defesa ou fixando o “autocarro” como muitas outras equipas fazem quando jogam naquele estádio.

O CD Tondela, que, certamente, já não lutaria para a vitória, com o próprio clube da casa a tomar as devidas cautelas defensivas, pelo menos queria a repartição de pontos. E foi aos 74 minutos que conseguiu o seu terceiro golo, que levou algum desassossego aos portistas.

Não fora uma bola no poste, chutada por um dianteiro auriverde, esse empate poderia ter, muito bem, acontecido e seria o 4-4.

A equipa do Tondela acabou por marcar três golos ao Porto, mas, mesmo assim, não conseguiu vencer o jogo nem forçar à repartição de pontos.

ALERTA:

Com mais este desaire, o Tondela desceu para o fundo da tabela classificativa, estando a, apenas, UM PONTO da linha de despromoção, tanto mais que o Farense, deixou o lugar de “lanterna vermelha”, ao vencer ontem, em casa, o Marítimo, por 2-1. A derrota, em casa, frente ao Guimarães, depois de mandar no jogo durante toda a primeira parte, deixou “desgraça” na equipa auriverde, fruto da permissividade da sua linha defensiva, das mais batidas do campeonato. A linha atacante não é isenta de culpas, pois se, com o Porto, marcou três golos, nos outros jogos é minimamente realizadora. ALERTA, pois…

  • JOGO: Estádio do Dragão (Porto)
  • ÁRBITRO
  • AO INTERVALO: 2-2
  • MARCADORES: 1-0 Z. Sanusi (4’); 1-1 Mário González (21’); 2-1 Rafael Barbosa (33’); 2-2 Marega (36’); 3-2 Marega (49’); 4-2 Taremi (56’); 4-3 Mário González (74’)
  • DISCIPLINA: Cartões amarelos para M. Uribe (40’), Pedro Augusto (62’), Evanilson (79’), João Mendes (79’); Jaume Grau (83’); E. Martinez (90+1). Cartão vermelho por acumulação de amarelos para M. Uribe (90+3)

 PORTO, 4 (4x3x3)

  • Marchesin; Z. Sanusi, M. Sarr, Mbemba e W. Manafá; Sérgio Oliveira, M. Uribe e Octávio; L. Diaz, Taremi e Marega
  • SUPLENTES UTILIZADOS: Fábio Vieira (66’), Nakajima (66’), Evanilson (67’), J. Corona (83’) e M. Grujkic (84’)
  • TREINADOR: Sérgio Conceição

TONDELA (5x3x2)

  • Niasse; Tiago, Medioub, Yohan Tavares , E. Martinez e Filipe; João Pedro, Pedro Augusto e Jaume Grau; Mário González e Rafael Barbosa
  • SUPLENTES UTILIZADOS: Bebeto (72’), João Mendes (73’), N. Khacef (85’) e
  • Anne (86’)
  • TREINADOR: Pako Aestarán

RESULTADOS DA 9.ª JORNADA

  • Famalicão – Sporting 2-2
  • Nacional – Santa Clara 1-3
  • Belenenses – Braga 2-1
  • Guimarães – Portimonense 1-0
  • Moreirense – Gil Vicente 1-1
  • Porto – TONDELA 4-3
  • Rio Ave – Boavista 0-0
  • Benfica – P. Ferreira 2-1
  • Farense – Marítimo 2-1

PRÓXIMA JORNADA 10ª

  • Gil vicente – Benfica
  • Ferreira – Boavista
  • Braga – Rio Ave
  • Santa Clara – Guimarães
  • Marítimo – Belenenses
  • Porto – Nacional
  • Portimonense – Famalicão
  • Sporting – Farense
  • TONDELA – Moreirense