DISPOSITIVOS DE PROTECÇÃO CIVIL NAS FREGUESIAS RURAIS reforçados pelo Município de Viseu

Foram 15 as freguesias do Município de Viseu que assinaram protocolos com a autarquia e que se tornaram agentes “ainda mais activos na Protecção Civil”.

No âmbito do Viseu Rural, o Presidente da Câmara de Viseu assinou com Calde, Lordosa, São Cipriano, Vil de Souto, Barreiros, Cepões, Boa Aldeia, Farminhão e Torredeita, S. João de Lourosa, Abraveses, Bodiosa, Cavernães, Côta, Orgens, Povolide, Ribafeita, Santos Evos, Faíl e Vila Chã de Sá, protocolos que garantem “a distribuição por estas juntas de freguesia de equipamentos como tractores, alfaias, kits florestais e de apoio no combate a incêndios”.

Os protocolos assinados ultrapassam os 500 mil euros e garantem que aquelas Juntas de Freguesia continuam a colaborar com o Município na execução das Redes de Faixas de Gestão de Combustível.

Almeida Henriques voltou a assegurar aos 15 presidentes de Junta que, “mais uma vez, tudo o que está ao alcance do município está a ser feito no assegurar da segurança das nossas populações. E à semelhança do que aconteceu sempre, o primeiro agente de Protecção Civil em cada freguesia será aquele que foi democraticamente eleito, o presidente de Junta.”

O meio milhão de euros que o município transfere às freguesias resulta também “numa transferência e coordenação de competências uma vez que, tal como já havia sido anunciado, as juntas de freguesia detentoras deste tipo de material ficam obrigadas a disponibilizá-los sempre que o Serviço Municipal de Protecção Civil o solicitar”.