CD TONDELA: EMPATE NÃO CHEGOU PARA FUGIR DA LINHA DE ÁGUA

Na sua deslocação è cidade do Sado, o Desportivo de Tondela apenas conquistou um ponto, o que não deu para escalar o “poço” da despromoção onde caiu

É certo que a equipa de arbitragem voltou a ser dura para com a equipa beirã, “amarelando-a”, de mais, expulsando um jogador através do 2.º amarelo, ficando a jogar toda a segunda parte com apenas dez unidades, mas esta situação, que já é recorrente em várias jornadas, não explica tudo, pois o conjunto orientado por Pepa está a jogar mal, intercalando boas (poucas) com más exibições (muitas).

Segundo o relato dos reportes da Emissora das Beiras, o 2.º amarelo para Ricardo Alves, poderia ter sido bem evitado, tanto mais que já tinha um amarelo desde os 36 minutos. São as tais faltas escusadas, estas e aquelas que têm a ver com as reclamações junto do homem do apito. E, desta feita, a equipa é a mais prejudicada, pois fica privada do jogador que foi expulso e, também, em jogos seguintes. Por via dos amarelos e de reclamações, o Tomané está privado de jogar em casa frente ao Feirense.

Quanto a faltas, neste encontro, os jogadores do Tondela foram amarelados por 7 vezes e, à oitava, foi um vermelho. Exagero de Veríssimo, ou excesso de “indisciplina” auriverde?

No seu comunicado, a CDT SAD, queixa-se dos “erros de arbitragem” que, para além dessa expulsão, está o facto de um jogador do Vitória de Setúbal ter tocado na bola com a mão dentro da grande área e não ter sido assinalada a grande penalidade, não obstante ter sido consultado o VAR. Isto, quando a partida se aproximava do fim.

Com este resultado o CD Tondela segue, não com muita convicção, na luta pela manutenção, agora com 24 pontos conquistados em 25 jornadas, quando, muito bem poderia ter já, pelo menos, 28 ou 29 pontos. 

  • De qualquer modo, nesta altura do campeonato, em que faltam nove jornadas e 27 pontos, urgia o repensar as tácticas da equipa técnica, pois em 9 partidas o seu team apenas conseguiu um vitória e essa, frente à excelente equipa do Vitória de Guimarães. São muitas derrotas e muitos pontos perdidos, enquanto os adversários directos estão fazendo pela “vida”…
  • JOGO: Estádio do Bonfim, em Setúbal 
  • ASSISTÊNCIA: 4094ÁRBITRO: Fábio Veríssimo
  • DISCIPLINA: Cartão amarelo a João Pedro (3′), Ricardo Alves (36′ e 45′), Tomané (45′), Jorge Fernandes (51′), J. Delgado 67′, Pité (82′); Cartão vermelho por acumulação a Ricardo Alves (46′), do Tondela e Eder Bessa (10′), Mano (27′) e J. Cádiz (80′), pelo Setúbal.
  1. SETÚBAL, o
  • Makaridze, Mano (André Sousa, 46′), Artur Jorge, Vasco Fernandes, Silvio, José Semedo, Nuno Valente (Rúben Micael, 63′), Éber Bessa (Tiago Castro, 78′), Berto, Mendy, Cádiz;
    SUPLENTES: Cristiano, Baba Fernandes, André Sousa, Rúben Micael, Tiago Castro, Allef, Zequinha;
    TREINADOR: Sandro Mendes
  • CD TONDELA, 0
  • Cláudio Ramos, Ícaro Silva (Jorge Fernandes, 46′), Ricardo Costa, Ricardo Alves, Joãozinho, Bruno Monteiro, Sergio Peña (Pité, 46′), João Pedro, Juan Delgado (Murillo, 77′), Tomané, Xavier;
    SUPLENTES: Pedro Silva, Jorge Fernandes, João Mendes, Pité, Patrick, Chicho, Murillo;
    TREINADOR: Pepa

RESULTADOS DA 25.ª JORNADA

  • Santa Clara – Aves 0-0
  • Portimonense – Nacional 5-1
  • Boavista – Sporting 1-2
  • Braga – Guimarães 1-0
  • Chaves – Rio Ave 1-1
  • Marítimo – Moreirense 3-2
  • Setúbal – TONDELA 0-0
  • Feirense – Porto 1-2
  • Benfica – Belenenses (*)
  • (*) Hoje 11/3
  • PRÓXIMA JORNADA 26.ª
    Moreirense – Benfica
  • Guimarães – Boavista
  • Setúbal – Braga
  • Sporting – Santa Clara
  • TONDELA – Feirense
  • Porto – Marítimo
  • Aves – Chaves
  • Belenenses – Portimonense
  • Nacional – Rio Ave

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


Traduzir »