TONDELA VENCE FARENSE (2-0) E FOGE AOS LUGARES DE DESPROMOÇÃO

João Pedro começou, Rafael Barbosa terminou. Tondela vence luta de aflitos na corrida da manutenção 

O jogo antevia-se disputado, tendo em conta a necessidade de somar pontos de ambas as equipas, que se encontram no fundo da tabela classificativa

O Farense arrancou o encontro de forma mais explosiva e pressionou o conjunto beirão. De tal maneira encostado às cordas, o Tondela não conseguia passar do meio campo. 

O grupo orientado por Pako Ayestarán soube aproveitar a pressão dos algarvios e apostou num jogo definido no contra-ataque. Aos oito minutos, com uma boa jogada pelo flanco direito do Tondela, a bola acabou por chegar ao meio, aos pés de Pedro Augusto, que acabou por escorregar no momento do remate, deixando assim passar uma boa oportunidade. 

A equipa beirã continuou a explorar as jogadas rápidas e, aos dez minutos, depois de uma combinação entre Filipe Ferreira e Salvador Agra, o extremo beirão meteu para o meio, onde apareceu Jaume Grau que rematou ligeiramente acima da barra. 

Depois de tanto pressionar, o Farense conseguiu mesmo chegar com bastante perigo à área do Tondela. Ryan Gauld rematou ao primeiro poste da baliza de Babacar Niasse, valeu intervenção do guarda redes beirão, que negou uma chance clara de golo. É caso para dizer que há defesas que valem golos.  

Descontente com o nulo no marcador, os algarvios continuaram à procura de mais e depois de um cruzamento, que mais parecia um remate, de Fábio Nunes, Licá ainda tocou com a ponta da chuteira, mas a bola passou a rasar o poste da baliza de Niasse. 

Até ao final dos primeiros 45 minutos, a partida continuou bastante equilibrada, sem chances claras de golo para os dois lados. 

Os primeiros minutos da segunda parte foram totalmente oposto da primeira metade do encontro. O Tondela entrou a todo o gás e precisou apenas de um minuto para inaugurar o marcador.  

João Pedro aproveitou da melhor maneira o passe de Jhon Murillo e fuzilou a baliza de Rafael Defendi, com um autêntico míssil rasteiro.  

O Farense não se ficou e depois de um ressalto na área beirã, Madi Queta rematou de primeira, mas a bola acabou por passar um pouco ao lado da baliza do Tondela. 

Descontente por estar a perder e a precisar de somar pontos, Sérgio Vieira não perdeu tempo e trocou um defesa por um avançado. Partia com tudo a equipa do Farense, em busca do golo.  

Mas foi o Tondela quem continuava a criar mais perigo. Depois de um canto batido por João Pedro, Medioub cabeceou ligeiramente ao lado da baliza de Defendi. 

Enquanto o Farense lutava desesperadamente por um golo que relançasse os algarvios no encontro, o Tondela segurava os três pontos com tudo o que tinha.  

A equipa de Sérgio Vieira esteve perto do golo, mas Enzo Martinez vestiu a capa de super-herói e fez um corte in extremis, que negou um golo cantado a Stojiljkovic.  

Sem querer arriscar muito, o Tondela ainda conseguiu subir algumas vezes à área do Farense e numa delas acabou por fazer o 2-0. 

Mario Gonzalez ficou isolado frente a Rafael Defendi e assistiu Rafael Barbosa, que só precisou de encostar para o fundo das redes.  

O Tondela foi a equipa mais feliz o final dos 90 minutos, isto porque somou três preciosos pontos em casa.  

Fonte: Mais Futebol Rafael Santos

 JOGO: Estádio João Cardoso, em Tondela

  • ÁRBITRO: Luís Godinho
  • AO INTERVALO: 0-0
  • MARCADORES: João Pedro (47’) e Rafael Barbosa (90+6’)
  • DISCIPLINA: Cartão amarelo para Enzo Martinez (50’), Jhon Murillo (60’), Rafael Barbosa (78’), Bebeto (85’), Niasse (90’). Visitantes sem qualquer cartão

TONDELA, 2 (4x3x3)

  • Babacar Niasse; Bebeto, Medioube, Enzo Martinez e Filipe Ferreira (N. Khacef 86’); Pedro Augusto, Jaume Grau e João Pedro (capitão) (Ricardo Alves 86’); Jhon Murillo (Telmo Arcanjo 90+4’), Salvador Agra (Rafael Barbosa 74’) e Mário Gonzalez.
  • TREINADOR: Pako Aestarán

FARENSE, 0 (3x4x3)

  • Rafael Defendi; Tomás Tavares (Mansilha 68’), André Pinto (Stojilikovic 62’), Cássio Sheid e Fábio Nunes; Cláudio Falcão, Bura (H. Seco 78’) e Amine; Ryan Gauld, Licá (Pedro Henrique 79’) e Madi Queta (J. Lucca 69’).
  • TREINADOR: Sérgio Vieira

RESULTADOS DA JORNADA 16.ª (incompletos)

  • Nacional – Famalicão 2-1
  • TONDELA – Farense 2-0
  • Gil Vicente – P. Ferreira
  • Santa Clara – Belenenses
  • Guimarães – Marítimo
  • Moreirense – Braga
  • Porto – Rio Ave
  • Portimonense – Boavista
  • Sporting – Benfica

PRÓXIMA JORNADA 17.ª (final da 1.ª volta)

  • Famalicão – Moreirense
  • Ferreira – TONDELA
  • Belenenses – Porto
  • Benfica – Guimarães
  • Boavista – Gil Vicente
  • Braga – Portimonense
  • Marítimo – Sporting
  • Farense – Santa Clara
  • Rio Ave – Nacional