CD TONDELA REGRESSA ÀS VITÓRIAS E À ESPERANÇA na fuga aos lugares de despromoção

Os maus resultados do Tondela, têm sido uma constante, mas nesta segunda-feira (8 de Abril), a perder por 0-2 ao intervalo, “arregaçou as mangas” e conquistou uma vitória muito importante para continuar na I Liga

Tudo parecia praticamente acabado para o emblema da Terra de Besteiros e da Beira quando, na ida para os balneários, no intervalo do jogo com o Portimonense, se viu a perder por 0-2.

Recuperando de uma desvantagem de dois golos, os atletas auriverdes, mostraram que ainda estão vivos para lutar contra a despromoção à 2.ª Liga, dando a entender que, nos jogos que faltam, darão o “litro” pela conquista dos pontos necessários a favor da manutenção.

Já tinham dado essa indicação no Estádio da Luz, onde estiveram quase a roubar pontos ao Benfica e, neste jogo com o Portimonense, depois de uma primeira parte infrutífera, pelas várias tentativas falhadas, os golos começam a surgir e a levar a massa associativa a acreditar que era possível transpor este obstáculo, muito forte, que veio do Algarve. E assim aconteceu…

O Portimonense entrou melhor no jogo e aos 20 minutos abria o activo por intermédio de Jadson para, ainda antes do intervalo, facturar por intermédio de Paulinho.

A reviravolta do resultado, começou por acontecer aos 63’, por intermédio de Tomané, seguindo-se Pité, aos 72’ e Ricardo Costa aos 85’, jogador que acabou expulso, por culpa sua, no final do jogo, quando, depois de ver a cartolina amarela questionou o árbitro. O 2.º amarelo e o vermelho, vai castigá-lo por dois jogos.

  • JOGO: Estádio João Cardoso, em Tondela
  • ASSISTÊNCIA: 2066 espectadores
  • ÁRBITRO: Tiago Martins (Lisboa)
  • AUXILIARES: André Campos e Pedro Mota
  • 4.º ÁRBITRO: José Rodrigues
  • VAR: André Narciso
  • RESULTADO AO INTERVALO: 0-2
  • MARCADORES: Jadson (20’), Paulinho (45+2’), Tomané (63’), Pité (72’) e Ricardo Costa (85’)
  • AMARELOS: Rúben Fernandes (15’), Hackman (40’), Paulinho (56’), Ricardo Ferreira (59’), J. Murillo (90+3’) e Ricardo Costa (45+5’). VERMELHO: Ricardo Costa (90+5’)
  • ESTATÍSTICA: Posse de bola TONDELA 55%; PORTIMONENSE 45%; Remates Totais: TONDELA, 19; Portimonense 7; Remates à baliza: TONDELA 8; Portimonense 5.    

TONDELA, 3 (4x4x2)

  • Cláudio Ramos; David Bruno, Ricardo Costa, Jorge Fernandes e Joãozinho; J. Delgado, Bruno Monteiro, João Pedro e Xavier; J. Murillo e Tomané.
  • SUSBTITUIÇÕES: Delgado por Sérgio Peña (45’), Patrick por João Pedro (45+5) e  David Bruno por Pité (71’).
  • NÃO JOGARAM: Pedro Silva, Jaquité, Fahd Moufi e João Mendes.
  • TREINADOR: Pepa.

PORTIMONENSE, 2 (4x2x3x1)

  • J. Martinez; Tabata, Paulinho, Dener e Lucas Fernandes; Pedro Sá e Rúben Fernandes; Lucas Possignolo, Jadson e Hakman; Ricardo Ferreira.
  • SUBSTITUIÇÕES: Tabata por Aylton Boa Morte (66’), Tormena por Lucas Fernandes (74’) e Dener por Wellington (89’).
  • NÃO JOGARAM: Leo, Felipe Macedo, Henriques e Ruster.
  • TREINADOR: António Folha.

PEPA NAS CABINES

“O jogo de hoje foi épico por tudo o que aconteceu. Uma equipa que faz perto de 30 remates só merece ser feliz.

Procurámos essa felicidade com muita alma, com muita entrega e com qualidade. Fomos atrás como se fosse o último jogo da nossa vida e isso ficou bem patente”.

RESULTADOS DA 28.ª JORNADA

  • Nacional – Aves 0-0
  • Feirense – Benfica 1-4
  • Porto – Boavista 2-0
  • Moreirense – Braga 1-0
  • Guimarães – Chaves 5-0
  • Setúbal – Marítimo 1-0
  • Sporting – Rio Ave 3-0
  • Belenenses – Santa Clara 1-1
  • TONDELA – Portimonense 3-2

 PRÓXIMA JORNADA (29.ª)

  • Chaves – Belenenses
  • Marítimo – Feirense
  • Rio Ave – Guimarães
  • Portimonense – Porto
  • Aves – Sporting
  • Benfica – Setúbal
  • Boavista – Nacional
  • Braga – TONDELA
  • Santa Clara – Moreirense

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


Traduzir »