COELHOSO DE LUTO pelo falecimento de Ana de Oliveira Marcela

Ana de Oliveira Marcela faleceu no passado dia 17 de Fevereiro aos 91 anos de idade, natural da povoação do Coelhoso, freguesia de Castelões (Tondela)

A extinta senhora era casada com Horácio Rodrigues Pascoal, de 94 anos, ainda vivo e mãe de Mécia de Oliveira Pascoal Escada, casada com José Martins da Escada e de António de Oliveira Pascoal, casado com Anabela Calado Pascoal. Ana de Oliveira Marcela deixa quatro netos, Mário Escada, Magda Escada, António Pedro Pascoal e Rui Pascoal e ainda cinco bisnetos, Guilherme, Matilde, Martim, Alice e Maria.

O seu funeral realizou-se no dia 18 de Fevereiro, pelas 16 horas, na capela do Coelhoso, seguindo o corpo em cortejo fúnebre para o cemitério da freguesia de Castelões, marcando presença muitos familiares e amigos.

A família de Ana Oliveira Marcela agradece a todas as mensagens de pesar e a todos aqueles que estiveram presentes, nesta hora de dor profunda pela perda da sua entre querida.

Na missa de corpo presente, a neta Magda Escada, teve oportunidade de dedicar estas palavras à sua avó:

Ana de Oliveira Marcela

Homenagem a minha Avó Aninhas!

Do Marido, Filhos, Netos e Bisnetos

A Mulher que esteve sempre presente na minha vida para me apoiar.

Mulher, Mãe, Avó, Amiga, e Conselheira, com espírito guerreiro e amável, capaz de enfrentar os obstáculos da vida com sabedoria.

Força, coragem, alegria, bondade e honestidade, foram sempre os teus valores.

Com eles sempre nos ajudaste a enfrentar as dificuldades da vida.

Agora na hora da despedida, é com uma tristeza profunda que o teu marido, os teus filhos, netos e bisnetos tentam lembrar estas tuas qualidades para nos ajudar a suportar a dor da tua ausência física.

Aninhas!

Agora que não vamos ver o teu belo e sincero sorriso, não voltaremos a chorar no teu ombro e não te teremos mais ao pé de nós! Vamos sentir muito a tua falta para nos mimares, que eras mestre na arte de amar.

Nas horas difíceis, vamos fechar os olhos para te sentir junto de nós, para nos apoiares com os teus gestos de carinho, de amor e de apoio, com o teu sorriso bonito.

É assim que te queremos lembrar para sempre!

Gratidão por tudo aquilo que fizeste por nós, por aquilo que nos deste, nos ensinaste e por tudo aquilo que foste, que nos ajudou a ser as pessoas que somos hoje.

Ensinaste nos que a base de tudo na vida é o Amor!

Trataste-nos sempre como Príncipes e Princesas e nós a ti como Rainha.

Adeus esposa, adeus mãe, adeus avó, adeus amiga e da tua menina, adeus minha querida Aninhas.

Descansa em paz, do teu marido, filhos, genro, nora, netos e bisnetos que te amam incondicionalmente. Um até já. Um até sempre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


Traduzir »